A Bot oferece, além do ORÇAMENTO GRATUITO, a RECOLHA GRATUITA do dispositivo por frete expresso em qualquer morada de Portugal! Solicite AQUI

Bot Recuperação de Dados de SSD

Multinacional Líder em Recuperação de SSD
iniciar recuperação

SSD

Nossa especialidade é a recuperação de SSD de qualquer marca, modelo ou sistema de ficheiros. Os dados perdidos podem ser rapidamente recuperados, independentemente do SSD ter caído, ter avariado, ter corrompido ou ter ficheiros apagados.

Recuperação de SSD

Os SSDs chegaram para trazer uma nova era ao armazenamento de ficheiros. Porém, assim como também pode acontecer com o seu irmão mais velho, o disco, esse dispositivo está sujeito a falhas, problemas e formatações acidentais, o que felizmente pode ser consertado ao recuperar SSD.

O que é SSD?

É a sigla para Solid-state Drive, que pode ser traduzido como unidade de estado sólido.

Basicamente, o SSD é um dispositivo de armazenamento como o disco (Hard Disk, Hard Disk Drive na sigla HDD e traduzido como unidade de disco rígido), mas com maior velocidade de escrita e leitura, além de menor consumo de energia, funcionamento mais silencioso e maior resistência contra impactos.

Isso acontece porque, diferente dos discos rígidos, que possuem discos para armazenar os dados e um braço mecânico para a sua leitura e escrita, os SSDs gravam os dados em circuitos integrados de memória (memória Flash) sem a necessidade de partes móveis.

Podemos encontrar SSDs de altíssimo desempenho com taxa de transferência de até 15.200 MB/s (algo próximo a 15 GB/s), como o AORUS GEN4 AIC, mas modelos simples e baratos superam os 500 MB/s. Enquanto isso, os discos mais rápidos do mundo possuem taxa de transferência em torno de 480 MB/s.

recuperar ssd

Quais são as categorias de SSD?

Há várias categorias de SSD no mercado. São eles:

SSD SATA

Tipo mais comum, com formato similar ao de discos tradicionais. Isso permite que eles sejam instalados nos mesmos conectores para discos.

SSD Add-in Card (AIC)

Dispositivos com potencial de serem bem mais rápidos que outros modelos, já que operam pela entrada PCI Express (PCIe ou PCI-E). Esse modelo de SSD pode ser conectado nos espaços disponíveis para placas de vídeo ou controladoras RAID nas placas-mãe. Isso significa, portanto, que eles são destinados a desktops, não a portáteis.

SSD M.2

Com formato parecido ao dos pentes de memória RAM, mas ainda menores, os SSDs M.2 se tornaram padrão para portáteis pequenos, mas que também podem ser usados em desktops. Inclusive, várias placas-mãe de alto desempenho trazem dois ou mais espaços M.2, o que significa que os SSDs podem ser operados em RAID.

SSD U.2

Embora se pareçam com os SSDs SATA, o seu conector difere, o que os permite se conectar a interfaces PCIe. Eles costumam ser mais finos e menores que os discos e SSDs de 2,5”, mas também mais caros. São especialmente recomendados para servidores e pouco comuns em desktops para uso tradicional.

É importante ressaltar que todas as categorias de SSD podem ter os seus dados recuperados, embora as técnicas e procedimentos necessários possam variar em cada um deles.

O que é recuperação de dados SSD?

A recuperação de dados SSD é um conjunto de procedimentos que visa restaurar o acesso a dados e ficheiros que não podem mais ser acessados por diferentes motivos, como os seguintes:

  • Oscilações de energia;
  • Falhas na rede elétrica;
  • Desligamento forçado do sistema;
  • Falhas em um ou mais circuitos integrados da memória Flash NAND;
  • Falhas humanas;
  • Impactos físicos, entre outros.

Com a recuperação de SSD, torna-se possível voltar a ter acesso aos dados contidos nele, o que é um grande alívio para quem se depara com qualquer categoria de problema que impossibilite o perfeito uso do dispositivo de armazenamento.

Felizmente, a Bot é uma empresa de recuperação de SSD que pode ajudar-lhe, já que são mais de 11 anos de experiência em recuperação de dados, além de mais de 60.000 casos resolvidos ao longo da nossa trajetória.

A recuperação de dados SSD é um conjunto de procedimentos que visa restaurar o acesso a dados e ficheiros que não podem mais ser acessados por diferentes motivos

Como saber se o meu SSD está a começar a falhar?

Assim como acontece com outras partes do equipamento físico, é comum que o SSD comece a apresentar alguns problemas caso esteja em vias de ter um defeito mais grave. Por isso, é importante se atentar aos seguintes sinais:

  • Problemas para salvar, mover ou abrir ficheiros;
  • Panes e travamentos na inicialização do sistema;
  • Lentidão excessiva;
  • Telas azuis ou pretas de travamento que aparecem constantemente;
  • Impossibilidade de salvar ou mover ficheiros, apenas de abri-los;
  • Necessidade de resetar o computador constantemente, entre outros.

Caso note algum desses sinais, é melhor fazer um backup dos dados o quanto antes, de modo a evitar perdê-los.

 

É possível recuperar ficheiros apagados de SSD?

Sim. Porém, este é um procedimento mais complexo do que acontece com a recuperação de dados em disco.

Quando um arquivo é apagado de um disco, o sistema operacional (SO ou OS) simplesmente marca a área do disco ocupada pelo arquivo como se estivesse livre. Porém, os dados propriamente ditos continuam armazenados no disco até que seja sobrescrito por outro arquivo.

Num SSD, porém, a situação é diferente. Para armazenar novos dados, ele usa novas células livres ou primeiro limpa os dados antigos das células ocupadas, processo este que é relativamente lento.

Quando um utilizador, programa ou sistema operacional apaga um arquivo de um SSD, o SO executa o comando TRIM, que informa ao SSD que aquele dado não é mais necessário. Então, o SSD coloca as células que o arquivo ocupou em um pool especial para que sejam removidos posteriormente.

Se algum programa ou sistema operacional requisitar os dados dessas células, o SSD retornará “lixo” ou zeros.

Além disso, o dispositivo constantemente embaralha os dados nas suas células para nivelar o seu desgaste, e apenas o próprio SSD sabe onde os dados do arquivo estão armazenados a qualquer momento. O SO não tem controle sobre o processo e não consegue saber a localização física dos ficheiros.

É por isso que a recuperação de dados SSD decorrente do uso de SSDs que possuem o TRIM é um procedimento bem difícil.

O dispositivo constantemente embaralha os dados nas suas células para nivelar o seu desgaste, e apenas o próprio SSD sabe onde os dados estão armazenados.

Categorias de recuperação de SSD

Embora a recuperação de dados SSD tenha o mesmo objetivo, ela pode ser necessária em diferentes situações e contextos, como os seguintes:

Recuperação de SSD interno

A recuperação de SSD interno é o conjunto de procedimentos mais tradicional, feito com os SSDs internos, instalados diretamente na placa mãe do portátil ou desktop.

Recuperação de SSD externo

A recuperação de SSD externo, no que lhe concerne, consiste em recuperar SSDs que não são instalados diretamente na placa mãe, mas sim conectados ao portátil ou desktop por meio da entrada USB, de maneira similar ao que acontece com os discos externos.

Recuperação de SSD NVMe

Basicamente, um SSD NVMe é um SSD M.2 que suporta um protocolo diferente, desenvolvido especialmente para armazenamento mais rápido. Logo, mesmo que não seja um modelo diferente, ele proporciona ainda mais velocidade de leitura e escrita.

Portanto, assim como os SSDs M.2 tradicionais, os que operam em NVMe também podem ser recuperados.

Recuperação de SSD da Apple

A recuperação de SSD da Apple é um procedimento minucioso e que depende do modelo do aparelho.

Nas versões 2016 e 2017 do MacBook, por exemplo, os SSDs podiam ter os seus dados recuperados com o uso de uma ferramenta especial, a qual permitia o backup através de outro dispositivo. Porém, em outras versões, o SSD não contam com esta categoria de acesso.

Ainda assim, é possível recuperar dados de um SSD da Apple, quer em MacBooks ou Macs, mas é preciso fazer uma análise detalhada da atual condição do dispositivo para concluir qual é o melhor método ou procedimento disponível.

Recuperar SSD com bad block

Os bad blocks, que podem ser traduzidos como “blocos defeituosos”, são equivalentes aos sectores defeituosos dos discos. Quando um SSD tem bad blocks, ele não consegue ler ou gravar dados naqueles blocos, o que, no que lhe concerne, pode corromper os dados ou levar a falhas no dispositivo.

Recuperar SSD em modo RAW

Quando o SSD fica corrompido por algum motivo, como em caso de falhas de energia, pode acontecer de a partição ser indicada como RAW, ou seja, irreconhecível para o sistema operacional.

O problema até pode ser resolvido com a exclusão da partição e a criação de uma nova, mas isso fará com que todos os ficheiros dentro daquela partição também sejam apagados, o que certamente é muito prejudicial.

Por isso, o melhor a se fazer é contar com uma recuperação de SSD profissional feita pela Bot, que usará todos os recursos e ferramentas possíveis para conseguir retomar o acesso aos dados.

Existe algum programa para recuperar SSD?

Sim. Ao procurar na internet, é possível encontrar programas que afirmam ser capazes de restaurar SSD. Alguns, inclusive, realmente funcionam e são usados por especialistas.

Porém, a grande questão é que esses são programas que demandam um bom conhecimento técnico e prático sobre recuperação de SSD. Caso contrário, ao invés de conseguir recuperar o dispositivo, ele pode ser ainda mais danificado, isso sem contar a impossibilidade de acessar os seus dados novamente.

Por isso, caso você se depare com qualquer problema no seu SSD ou note algum funcionamento estranho, procure imediatamente a Bot para fazer uma análise completa do dispositivo e, assim, sugerir a melhor opção disponível para a solução do seu caso.

Dicas gerais para prevenir a perda de ficheiros do SSD

Embora os SSDs sejam resistentes contra impactos mecânicos e sejam uma tecnologia mais nova, eles também podem apresentar problemas, e como bem diz o ditado, é melhor prevenir do que remediar. Para evitar a necessidade de recuperar SSD morto, vale a pena colocar as seguintes dicas em prática:

Caso você se depare com qualquer problema no seu SSD ou note algum funcionamento estranho, procure imediatamente a Bot para fazer uma análise completa do dispositivo

1. Sempre deixe uma parte do armazenamento do SSD desocupada.

Este espaço é importante para garantir que os algoritmos de nivelamento do dispositivo, responsáveis pela redistribuição dos dados para minimizar o desgaste e manter o seu funcionamento no melhor nível possível, funcionem adequadamente. Os fabricantes costumam indicar a faixa de espaço vazio, mas ele costuma ficar entre 10% e 20% da sua capacidade.

2. Faça backups regulares.

Essa é uma dica que se aplica tanto para evitar a recuperação de SSD quanto de qualquer outro dispositivo de armazenamento. Com backups constantes, caso haja algum problema, você ainda terá os seus ficheiros a salvo.

3. Desative os serviços de indexação do sistema operacional.

Caso o seu SO tenha serviços de indexação, como o Windows, a recomendação é desligar este serviço. Sua finalidade é agilizar os resultados de pesquisas feitas no computador, mas os SSDs são tão rápidos que geralmente eles nem precisam disso – na verdade, deixar a indexação ativada pode acabar a diminuir a velocidade do SSD.

4. SSDs não precisam de desfragmentação

Este é um procedimento recomendado para discos, já que ajuda a eliminar espaços livres e facilitar a recuperação de ficheiros, mas ao invés de melhorar o desempenho dos SSDs, a desfragmentação o desgasta. Se o seu sistema operacional efetua desfragmentações programadas automaticamente, desligue o recurso para otimizar a sua vida útil.

Quais equipamentos são usados na recuperação de SSD?

Se for preciso fazer algum conserto físico no SSD, é de suma importância contar com equipamentos e ferramentas de altíssima qualidade, confiabilidade e desempenho, de modo a aumentar as chances de sucesso do serviço.

Tudo precisa ser feito dentro de um laboratório controlado e preparado, já que mesmo pequenos movimentos e partículas de poeira que entrem no dispositivo podem interferir no seu funcionamento.

Além de ter bastante experiência em recuperar SSD corrompido, queimado ou danificado, a Bot tem uma sala limpa de conceito máximo (ISO 5, Class 100), com rigoroso controle de partículas certificado pela norma US Federal Standards 209. Assim, o seu serviço estará realmente em boas mãos.

Se for preciso fazer algum conserto físico no SSD, é de suma importância contar com equipamentos e ferramentas de altíssima qualidade.

Quanto custa a recuperação de SSD?

Esta é uma pergunta difícil de ser respondida de maneira generalista, já que o preço vai depender da complexidade envolvida na recuperação de SSD. Porém, para ter uma ideia, eles costumam partir de 100 €, podendo ficar mais caros de acordo com quão difícil será a recuperação.

É importante destacar que o preço não está relacionado ao volume de dados do SSD, mas sim ao tempo e aos esforços dedicados para a sua realização. Para tal, é essencial fazer uma análise minuciosa da estrutura eletrónica do SSD , de modo a entender qual é a possível raiz do problema.

Se deseja recuperar SSD e quer contar com especialistas no assunto, então escolha a Bot, com 99% dos seus clientes satisfeitos e uma taxa de sucesso de 95% nos serviços. Assim, estará a delegar a sua recuperação de dados SSD a quem realmente entende do assunto!

Recuperação de dados de SSDs em apenas 4 etapas:

1

Recolha gratuita na sua morada ou entrega na receção

2

Orçamento gratuito (48h), prioridade (24h) ou urgência (12h)

3

Recuperação dos dados normal ou em urgência

4

Entrega gratuita dos dados recuperados

Simples

Porquê escolher-nos?

Recuperação de dados

Prazos dinâmicos

Orçamentos em três modalidades: normal (48h), prioridade (24h) ou urgência (12h). Recuperação com equipa de urgência 24/7/365.

Recuperação de dados envio gratuito

recolha gratuita

Recolha gratuita do seu dispositivo por frete expresso, para análise, em qualquer morada de Portugal! Solicite agora!

Orçamento Recuperação de dados

orçamento gratuito

Orçamento e análise gratuitos mesmo em casos de dispositivos abertos ou avaliados por outras empresas.

recuperação de dados portugal

empresa nacional

Serviços realizados em Portugal e em laboratórios próprios. Não enviamos dispositivos para parceiros ou para o estrangeiro.

recuperação de dados segura

privacidade e segurança

Adequação à RGPD e serviços que seguem os parâmetros de qualidade, privacidade e segurança estabelecidos em todo o mundo.

recuperação de dados 5 estrelas

excelente reputação

99% dos clientes satisfeitos com o resultado. 4.9 em 5 é a média das avaliações recebidas de clientes Bot nas redes sociais.

11

Recuperando dados em casos complexos há mais de 11 anos

Casos resolvidos

%

Clientes satisfeitos com o resultado

%

Sucesso nos casos recebidos

Clientes Bot recuperação de dados

Sala Limpa Bot

A Bot trabalha com o conceito máximo de sala limpa (clean room). Aqui, o seu dispositivo é examinado num ambiente fechado, com controle rigoroso de partículas certificado pela norma US Federal Standards 209.

Sala Limpa Bot recuperação de Dados

Recupere dados connosco!

A Bot pode ajudar a recuperar os dados de qualquer um dos seus dispositivos. Desde as maiores empresas ou até mesmo um utilizador caseiro que possa ter perdido os seus dados. Confie nos nossos especialistas.

Confie