A Bot oferece, além do ORÇAMENTO GRATUITO, a RECOLHA GRATUITA do dispositivo por frete expresso em qualquer morada de Portugal! Solicite AQUI

Bot Recuperação de Dados de DISCO

Multinacional Líder em Recuperação de disco rígido
iniciar recuperação

DISCO

A nossa especialidade é a recuperação de disco de qualquer marca, modelo ou sistema de ficheiros. Os dados perdidos podem ser rapidamente recuperados, independentemente de o disco ter caído, ter queimado, corrompido ou ter ficheiros apagados.

Recuperação de disco: recuperar disco corrompido ou danificado

Recuperação de disco é um dos serviços mais procurados da era digital. Afinal, computadores e portáteis guardam dados importantes das nossas vidas, como as fotos da família, os trabalhos da faculdade, as folhas de cálculo da empresa ou os ficheiros dos clientes.

Contudo, o armazenamento de dados pelos dispositivos pode ter problemas, muitas vezes causados por ações humanas, mas também por desgaste do tempo e outros diversos motivos. E quem já perdeu ficheiros como esses sabe a dor de cabeça que dá…

Felizmente, a maioria dos casos de perda de dados tem solução. Existem formas de recuperar os ficheiros que você pensou que nunca mais ia ver, especialmente com o trabalho de empresas e profissionais especializados no assunto.

Agora, vamos explicar tudo sobre recuperação de dados em disco. Somos uma multinacional líder em recuperação de dados e vamos ajudar você a intender como funciona esse processo e como recuperar ficheiros com segurança.

recuperação de HD

O que é Recuperação de disco?

Recuperação de dados em disco é o processo de resgate e tratamento de ficheiros do disco rígido de um computador ou portátil, quando eles não estão mais acessíveis ao utilizador pelo modo convencional. Esse processo também é chamado data recovery, em inglês.

Discos armazenam os mais diversos ficheiros, como documentos, folhas de cálculo, fotos e programas, que os utilizadores querem guardar para acessar outras vezes. Eles são essenciais para a interação entre pessoas e computadores.

Você pode acessar normalmente esses dados armazenados, por meio do próprio computador ou de um disco externo. O problema é quando acontece alguma situação que impede esse acesso, como um dano físico ao computador ou a exclusão permanente de arquivos.

Nesses casos, é preciso realizar uma intervenção para acessar os ficheiros — e é aí que acontece o processo de recuperação de disco. O objetivo é recuperar todos os dados na sua integridade, como seguidamente acontece com os clientes da Bot.

O que é e como funciona um disco?

Disco é o hardware em que os dados e ficheiros digitais ficam guardados. Trata-se de uma memória não volátil, ou seja, que não se perde quando o computador é desligado, diferentemente da memória RAM, que armazena ficheiros apenas enquanto está ligada.

Existem discos internos, conectados à placa-mãe do computador ou portátil, ou discos externos, conectados ao dispositivo via USB.

‘HD’ significa ‘Hard Disk’, que pode ser traduzido para o português como disco rígido. Recebe esse nome porque é composto por um ou mais discos firmes, lisos e uniformes, geralmente feitos de alumínio ou vidro e cobertos por um material magnético.

Essas características garantem qualidade e estabilidade ao hardware, necessárias para o disco executar rotações em altíssima velocidade.

É no disco que os dados são guardados, em trilhas e setores que funcionam como “gavetas” de armazenamento. À medida que o disco gira em torno do eixo central, a cabeça de leitura, sustentada por um braço móvel, é responsável por ler os dados armazenados.

A cabeça de leitura fica muito próxima ao disco, mas sem encostar nele, de maneira que o braço possa se movimentar por toda a sua extensão, sem danificá-lo. Quanto mais rápido o disco gira, mais rápido a cabeça de leitura alcança os dados e envia ao computador.

Todo o funcionamento do disco (rotações do disco, movimentação do braço, leitura, gravação, envio e recebimento de dados) depende de um sistema eletromagnético, coordenado pela placa controladora e os seus circuitos eletrónicos.

‘HD’ significa ‘Hard Disk’, que pode ser traduzido para o português como disco rígido. Recebe esse nome porque é composto por um ou mais discos firmes, lisos e uniformes.

Como acontece a perda de dados do disco?

Existem inúmeras causas para a perda de dados de um disco, desde a simples exclusão de ficheiros até problemas elétricos ou mecânicos. Dependendo do dano causado, pode ser que o disco precise passar por uma reconstrução mecânica completa ou que apenas alguns dados ou setores sejam afetados.

Estes são alguns dos principais motivos que ocasionam a perda de dados do disco:

  • Impactos;
  • Dano por água ou fogo;
  • Desgaste do tempo;
  • Calor excessivo;
  • Quedas ou picos de energia;
  • Formatação do disco;
  • Exclusão permanente de ficheiros;
  • Desligamento indevido do computador;
  • Ataques de vírus e malware.

Um dos principais motivos para a perda de dados do disco são os danos mecânicos. Discos contêm componentes sensíveis e um sistema preciso, que podem ser afetados por qualquer impacto.

Quando um dispositivo cai no chão ou fica exposto à poeira, ou mofo, por exemplo, as peças podem ser danificadas. Isso é comum principalmente em portáteis e discos externos, com mais mobilidade que um computador.

Problemas elétricos também são bastante comuns. Quedas ou picos de energia, ou o ato de ligar e desligar o computador frequentemente, por exemplo, podem levar a uma queima acidental de componentes do disco e causar a perda de dados.

E quem nunca apagou um ficheiro sem querer e não conseguiu mais encontrá-lo? Muitos dados se perdem assim. Se você excluir ficheiros permanentemente da lixeira e não tiver backup deles, vai precisar de uma ajuda para recuperá-los.

Além disso, a perda de dados do disco também pode ser um problema de software. Os ataques de vírus, por exemplo, podem deixar o computador lento, travar o sistema, criptografar e apagar ficheiros do dispositivo. Então, é preciso recorrer à recuperação do disco para los reaver.

Como recuperar dados em disco?

O processo de recuperação de dados em disco é a solução para essas situações. Em muitos casos, é possível recuperar todos os dados.

Quando as pessoas percebem que perderam dados do seu disco, elas recorrem a softwares de data recovery. Em algumas situações, eles podem resolver o seu problema. Mais adiante, você vai ver alguns programas que indicamos.

Porém, esses softwares são complexos, apresentam resultados superficiais e na grande maioria das situações exigem muita experiência do utilizador. Qualquer manipulação equivocada pode acabar com todas as chances de recuperação.

E vale lembrar que falamos de ficheiros importantes, que podem trazer grandes prejuízos se forem perdidos. Além disso, existem situações, principalmente no caso de danos físicos, que mesmo os melhores softwares não conseguem resolver.

Por isso, de maneira geral, recomendamos que você procure ajuda profissional em recuperação de disco, especialmente nos casos mais complexos, de perda de dados mais sensíveis ou de danos graves ao disco. Uma empresa especializada como a Bot tem os profissionais, equipamentos e experiência necessários para recuperar um disco integralmente.

Agora, vamos ver especificamente como solucionar as principais situações de perda de dados de discos rígidos.

Qualquer manipulação equivocada pode acabar com todas as hipóteses de recuperação. E vale lembrar que falamos de ficheiros importantes.

Como recuperar disco corrompido?

Discos corrompidos são aqueles que tornam os dados inacessíveis por algum motivo, como:

  • Danos físicos ao disco rígido;
  • Ataques de vírus e malwares;
  • Aquecimento ou humidade em excesso;
  • Quedas ou picos de energia;
  • Erros no processo de leitura/gravação dos dados.

Você pode identificar um disco corrompido quando tenta ligar o computador ou portátil e o sistema emite um alerta dizendo que o local não está disponível. Em muitos casos, o disco emite ruídos, fica lento, trava, e você não consegue mais acessar os dados.

Ao perceber qualquer problema, faça logo um backup dos ficheiros que você consegue acessar e não salve mais nada no disco. Depois, inicie o processo de recuperação do disco com a Bot.

Recuperação de disco corrompido

A recuperação de um disco corrompido, de uma partição corrompida ou de ficheiros corrompidos varia conforme o diagnóstico. Dependendo do que causou o problema, é necessário tomar diferentes medidas.

Em geral, os ficheiros corrompidos são recuperáveis, porque eles continuam armazenados no disco — você só não consegue acessá-los. Então, é possível utilizar ferramentas que podem recuperar o acesso aos ficheiros no índice do disco.

Você pode tentar recuperar o disco corrompido com a ferramenta de Verificação de Erros do Windows. Clique com o botão direito na unidade do disco > Propriedades > Ferramentas > Verificação de erros. Assim, o sistema vai fazer uma varredura na unidade em busca de falhas para corrigi-las.

Se o problema não for grave, essa verificação já pode corrigir a falha e oferecer acesso aos ficheiros novamente.

Outra ferramenta disponível é o Prompt de Comando do Windows, que permite usar o comando ChkDsk para verificar o disco. Para isso, digite na tela preta o comando “chkdsk /r /f LetraDaUnidadeDeDisco:” e tecle Enter. Use sem as aspas e substitua pela letra da unidade do disco que você usa (por exemplo: chkdsk /r /f d:).

O parâmetro /r é responsável por localizar os setores corrompidos, enquanto o /f faz as correções. Assim, o sistema vai verificar e corrigir o sistema de ficheiros da unidade.

Outra solução é tentar o uso de uma ferramenta de recuperação de dados do disco. Programas como Recuva, EaseUS e Recoverit, que vamos apresentar ais adiante, têm essa função de recuperar disco corrompido.

Mas qualquer ferramenta ou comando deve ser utilizado com cuidado, ou você pode colocar os dados em risco. O mais seguro e ideal é procurar uma empresa que faça o diagnóstico correto e garanta maior segurança e eficácia na recuperação do disco.

Como recuperar disco danificado?

Discos danificados são aqueles que sofreram algum tipo de dano físico. Muitas vezes, eles apresentam ruídos que denunciam algum tipo de problema, ou o próprio sistema não reconhece os ficheiros e emite um alerta de falha.

Quando o disco quebra, cai no chão, queima, acumula oxidação ou quando o utilizador derrama líquido no dispositivo, por exemplo, os componentes podem ser afetados. Isso também pode acontecer com a ação do tempo, que faz as peças se desgastarem.

Danos físicos dos discos danificados costumam ser os mais graves. Eles podem afetar o disco e inviabilizar o acesso a determinadas partes dele. Eles também podem danificar a cabeça de leitura, que, se continuar a ser usada, pode riscar toda a superfície dos discos internos. Pequenas partículas também podem se soltar no disco e danificar outras peças.

Recuperação de disco danificado

No caso de discos danificados, um software provavelmente não vai conseguir fazer a recuperação dos dados.

A saída é abrir o disco e substituir as peças danificadas por outras peças idênticas, como a placa controladora ou a cabeça de leitura. Mas isso deve ser feito num laboratório com uma Sala Limpa (Clean Room), além de equipamentos e profissionais especializados.

Procure uma empresa experiente e com boa reputação em recuperação de discos e explique o que pode ter causado danos ao dispositivo. Isso vai facilitar o diagnóstico e a definição dos procedimentos mais adequados para recuperar os ficheiros.

Muitas vezes, além da substituição das peças, é necessário utilizar equipamentos profissionais de recuperação de dados em discos danificados para recuperar o acesso aos dados do disco e isso só poderá ser feito por empresas como a Bot, com os demais procedimentos de recuperação do disco.

Danos físicos dos discos danificados costumam ser os mais graves. Eles podem afetar o disco e inviabilizar o acesso a determinadas partes dele

Como recuperar ficheiros de disco formatado?

Ao formatar um disco, o dispositivo apaga as referências aos ficheiros para liberar espaço, mas elas geralmente permanecem no disco enquanto aquela área não for ocupada por outros dados.

Isso também acontece quando você apaga ficheiros permanentemente do disco. A diferença é que a formatação apaga a totalidade dos dados, enquanto a exclusão depende da seleção dos ficheiros pelo utilizador.

Você pode formatar o disco quando quiser limpar o disco rígido ou uma partição, na reinstalação do sistema operativo ou ao reparar ataques de vírus, por exemplo. O problema é quando isso acontece por engano ou acidente, com ficheiros que não têm backup. Nesse caso, a recuperação de disco formatado deve ser acionada.

Recuperação de disco formatado

Você pode tentar recuperar um disco formatado utilizando um programa de recuperação de dados, como Disk Drill, Recuva e EaseUS. Selecione a unidade de disco ou partição que formatou e peça que o software faça a recuperação.

Porém, muitas vezes esses programas apresentam resultados superficiais, exigem pagamentos e não garantem 100% de recuperação do disco formatado. Por isso, se o objetivo é recuperar o máximo de dados, o ideal é procurar uma empresa especializada como a Bot, pois um trabalho profissional tem mais segurança, melhores resultados e garantirá a execução de todas as tentativas possíveis.

Como recuperar ficheiros apagados do disco?

Essa é uma das situações mais comuns. Geralmente os ficheiros apagados de um dispositivo vão para uma lixeira, de onde é possível recuperá-los facilmente. Porém, se os dados são apagados permanentemente, é preciso acionar a recuperação de dados.

Os ficheiros apagados se tornam inacessíveis ao utilizador, porque as referências a eles são removidas. Enquanto aquele espaço liberado pela exclusão dos ficheiros não for sobrescrito, os ficheiros geralmente permanecem no disco em fragmentos e podem ser recuperados.

Recuperação de ficheiros apagados do disco

Após apagar ficheiros no disco, não salve novos dados nem instale programas, pois eles podem sobrescrever o que foi apagado e inviabilizar a recuperação.

Você pode usar programas de recuperação de dados para recuperar ficheiros apagados do disco. Esses softwares costumam ser eficientes em casos simples de perda de dados, mas só use softwares confiáveis e somente se você tiver segurança para adotar os procedimentos indicados. O uso equivocado pode destruir todos os dados definitivamente.

Se os dados forem realmente importantes, não deixe de procurar ajuda profissional. Uma empresa especializada como a Bot tem os profissionais qualificados e sabe adotar os procedimentos corretos para recuperar os seus dados apagados com mais segurança e sucesso na recuperação.

Como recuperar disco queimado?

Discos são aparelhos eletrónicos. Assim como a seu frigorífico ou ventoinha, eles também podem queimar quando há uma queda de luz, um pico de energia, raios, outras instabilidades na rede elétrica ou ainda quando o utilizador liga e desliga o aparelho com muita frequência.

Essas situações podem queimar a placa lógica do disco, que contém os circuitos eletrónicos do componente. Nesse caso, é necessária uma nova placa, idêntica à original, para substituir as peças queimadas e um trabalho de reprogramação da firmware da placa. Somente assim será possível acessar recuperar os dados do disco queimado.

Recuperação de disco queimado

Para fazer a recuperação de disco queimado, é preciso encontrar um modelo de disco exatamente igual ao dispositivo danificado, com a mesma versão de firmware, capacidade de armazenamento e outros detalhes. Assim, é possível fazer a substituição dos componentes com segurança.

O procedimento de recuperação de disco queimado requer muito cuidado e equipamentos profissionais. Por isso, não tente fazer isso em casa, pois são grandes as chances de não ter equipamentos eletrónicos necessários ou adotar procedimentos complexos incorretamente e deixar o dispositivo em piores condições ou até mesmo destruído definitivamente.

Somente uma empresa como a Bot pode verificar onde estão os danos e recuperar o disco queimado. Em ambientes de Sala Limpa (Clean Room) e com os profissionais qualificados, é possível trocar a placa controladora e adotar os procedimentos corretamente.

Como recuperar disco externo?

O disco externo serve para guardar ficheiros fora do computador. Pode ser usado para expandir a sua capacidade de armazenamento ou transportar os dados facilmente, por exemplo.

Porém, essa mobilidade do dispositivo é um fator sensível para a perda de dados, já que pode propiciar danos físicos com mais facilidade. O dispositivo pode sofrer quedas e movimentações bruscas ou ser armazenado em locais inadequados, que podem gerar danos aos seus componentes internos.

Outros problemas comuns a discos internos também podem acontecer em discos externos, como ataques de vírus, placa queimada, problemas elétricos, entre outros. Assim, também é preciso acionar a recuperação de dados de disco externo.

Recuperação de disco externo

A definição dos procedimentos de recuperação de disco externo depende de um diagnóstico correto. Pode ser que o disco tenha sido formatado, queimado, danificado ou corrompido.

Então, ao identificar o problema do disco, você pode adotar os mesmos procedimentos que adotaria num disco interno.

Mas, para evitar riscos de perder dados do seu disco externo, conte com os serviços de uma empresa capacitada, que pode identificar corretamente os problemas do dispositivo e encontrar as soluções para recuperar os dados.

Como recuperar disco com bad block?

Bad blocks são setores defeituosos no disco. Isso significa que uma parte dos dados, localizada nos setores afetados, está inacessível.

Bad blocks, na maioria das vezes, são causados por danos físicos, como um impacto que faz a cabeça de leitura danificar uma parte do disco. Quando isso acontece, o computador pode ficar lento, travar e impedir o acesso aos ficheiros que estão lá.

Nos discos atuais, os fabricantes costumam prever uma “área reservada”, responsável por armazenar os dados quando surgem setores danificados. O próprio disco substitui a área danificada pela área reservada.

Além disso, existem programas que bloqueiam os setores defeituosos para que a cabeça de leitura não passe mais por aquela área e não salve ficheiros por lá.

Recuperação disco com bad block

Bad blocks são irreversíveis. Não é possível recuperar aquela área fisicamente. O que você pode fazer é apenas continuar a usar o disco sem acessar os setores com problemas. Porém, em alguns casos, isso reduz a sua capacidade de armazenamento.

Mas você ainda pode recuperar os dados que estavam nesses setores. Como os bad blocks são causados por danos físicos, a recuperação dos ficheiros é mais complexa e normalmente exige uma intervenção profissional. Por isso, procure uma empresa como a Bot para recuperar disco com bad blocks.

Como recuperar disco em formato RAW

disco em modo RAW significa que o sistema de ficheiros do disco rígido não existe ou não pode ser lido pelo Windows.

Isso pode acontecer por erros no sistema, operações indevidas, ataques de vírus e outros problemas que corrompem o disco ou uma partição. Geralmente, é mais comum de ocorrer em discos externos, mais suscetíveis a danos.

Recuperação de disco em modo RAW

A recuperação de disco em formato RAW exige que você converta o sistema de ficheiros do dispositivo para um modo legível pelo Windows.

Inicialmente, você pode tentar reparar o disco com o comando ChkDsk. Na tela preta do Prompt de Comando do Windows, digite “chkdsk /r /f LetraDaUnidadeDeDisco:” e tecle Enter. Use sem as aspas e substitua pela letra da unidade do disco que você usa (por exemplo: chkdsk /r /f d:).

Se esse procedimento não funcionar, é necessário formatar o disco para reiniciá-lo com um sistema de ficheiros legível, como NTFS ou FAT32. Antes disso, porém, é preciso recuperar os ficheiros que estavam salvos, já que a formatação faz a destruição dos dados.

Nesse caso, uma empresa profissional precisa intervir para recuperar os ficheiros do disco em formato RAW e depois formatar o disco em segurança, sem colocar nenhum ficheiro em risco.

Programas para recuperar disco danificado

Existem diversos programas para recuperar disco danificado, corrompido, com bad blocks ou com ficheiros apagados permanentemente. Se você fizer uma busca no Google, pode encontrar vários deles.

Utilizar softwares para recuperar dados num disco danificado é muito arriscado, pois pode destruir os dados definitivamente. É importante ter conhecimentos técnicos para saber o real motivo do disco está danificado e em apenas algumas situações será possível recuperar os dados de um disco danificado com programas.

De qualquer forma, também é importante ressaltar que esses programas podem não recuperar a totalidade dos ficheiros, especialmente em casos complexos de perda de dados.

Vamos ver agora alguns programas de recuperação de disco danificado:

  • FreeUndelete: programa para recuperação de dados em Windows. Disponível gratuitamente para uso pessoal.
  • Recuva: programa pertencente à família do software CCleaner. Oferece uma versão gratuita com limitações e planos pagos com mais funcionalidades a partir de R$ 70/ano.
  • DiskDrill: disponível para Mac ou Windows, oferece recuperação de até 500MB de dados gratuitamente e funções avançadas nos planos pagos, a partir de R$ 249/ano.
  • Recoverit: um dos programas mais completos e confiáveis de recuperação de ficheiros, disponível para Mac e Windows, em versão gratuita ou paga, a partir de R$ 249/ano.
  • EaseUS: oferece soluções completas de backup, otimização de Discos e restauração de dados. Na versão gratuita, permite recuperar até 2GB. Já a versão paga custa a partir de R$ 392/ano.

7 dicas gerais de prevenção contra a perda de dados de disco

A perda de dados do disco pode ser um grande problema. A Bot consegue recuperar a grande maioria dos casos que recebe, mas algumas vezes a perda é irreversível. Além disso, o processo até ter os dados de volta pode ser ‘stressante’.

Por isso, melhor que chegar a esse ponto é prevenir a perda de dados. Para isso, existem várias medidas que você pode tomar no dia a dia. Vamos agora às principais dicas:

1. Mantenha backup dos ficheiros

Fazer backup dos ficheiros é a principal dica de prevenção contra a perda de dados. Essa medida não impede falhas ou estragos no disco, mas garante o acesso aos dados mesmo que o disco não seja recuperado.

O ideal é ter uma cópia dos ficheiros num disco externo e, em simultâneo, sincronizar os dados com um serviço na nuvem, como Dropbox ou Google Drive. Assim, se um dos locais de armazenamento tiver problemas, você tem cópias extras.

2. Evite impactos

Impactos nos dispositivos são uma das grandes causas de danos ao disco, especialmente com portáteis e discos externos. Como o funcionamento do disco rígido é essencialmente mecânico, qualquer choque pode desalinhar e danificar as peças.

Portanto, tenha cuidado ao movimentar ou manusear os seus dispositivos. Evite andar com os equipamentos ligados por aí ou deixá-los em qualquer canto da casa ou escritório, suscetíveis a acidentes. Se for transportá-los, proteja-os com materiais macios.

3. Cuide a temperatura do dispositivo

O calor excessivo pode prejudicar o funcionamento do disco e até queimar componentes internos, especialmente a placa eletrónica, além de outras peças do computador.

Então, evite trabalhar com o seu portátil sob o sol e procure utilizar bases rígidas e estáveis para apoiar o equipamento. Usar o portátil no colo sobre uma almofada, por exemplo, pode favorecer o superaquecimento.

Caso o computador esteja a aquecer demais, verifique também se há algum defeito nos coolers ou no sistema de refrigeração. A temperatura máxima suportada pelo dispositivo vária conforme o fabricante, mas vem geralmente especificada no manual.

4. Evite poeira e humidade

Embora os discos sejam bem protegidos, a poeira e a humidade podem prejudicar o funcionamento do disco rígido e do equipamento todo.

A sujeira pode se acumular no gabinete do computador ou entre os componentes do portátil. Isso pode prejudicar a circulação de ar ou estragar peças de refrigeração e, assim, aumentar o aquecimento do dispositivo.

A humidade pode acelerar o desgaste dos componentes e até enferrujar peças. Além disso, poeira e mofo também podem queimar circuitos eletrónicos e estragar o disco.

Portanto, proteja os seus dispositivos de sujeira e humidade. Você pode utilizar capas protetoras no gabinete ou no portátil, enquanto não estiverem em uso. Além disso, jamais abra o disco por conta própria — sem o ambiente e os equipamentos adequados, é inevitável que partículas entrem no disco e interrompa o seu funcionamento.

5. Utilize um antivírus atualizado

Instale um antivírus no seu computador, mantenha o programa atualizado e faça varreduras constantes. Assim você aumenta a segurança contra-ataques que podem danificar os seus dados.

Cuide dos sites que você acessa e dos programas que baixa — utilize apenas fontes seguras. Em relação a discos externos, é importante também conectar o disco rígido apenas a computadores confiáveis, que estejam livres de vírus.

6. Tenha atenção ao ligar e desligar os dispositivos

Ligar e desligar os aparelhos são momentos em que o disco é mais exigido. Por isso, evite fazer isso com muita frequência para não sobrecarregar a sua atividade. Desligue o computador enquanto não estiver a usar, mas, se deixar de usar por pouco tempo, prefira hiberná-lo.

Além disso, na hora de desligar o computador ou portátil, utilize a função Iniciar/Desligar do Windows e deixe o sistema se encerrar por completo. Deixar a bateria do portátil acabar, desligar diretamente no botão ou forçar o desligamento enquanto os programas estão em uso aumenta as chances de corromper ficheiros.

Sobre os discos externos, também é importante desconectar o cabo USB somente após ejetar o dispositivo. Se não, pode haver falhas na gravação dos dados, que corrompem o disco ou alguns dados.

7. Proteja-se contra quedas de luz

Quedas de luz são muito comuns e podem danificar o disco repentinamente. Para evitar isso, desligue o portátil da tomada, sempre que possível, enquanto houver tempestades e raios.

Em computadores, utilize no breaks, que oferecem segurança e estabilidade de energia. Eles têm baterias internas que mantêm o computador ligado por um tempo depois de uma queda de luz, para que você possa salvar os ficheiros e desligar o dispositivo de maneira segura.

Quanto custa recuperar dados de disco?

A definição do preço varia conforme a complexidade do problema, que não está relacionada à capacidade do disco ou à quantidade de dados perdidos. No diagnóstico, as empresas de recuperação de disco avaliam:

  • A estrutura eletrónica e mecânica do disco rígido;
  • Os danos causados à sua estrutura;
  • As possibilidades de recuperação dos dados;
  • Os detalhes da execução do serviço.

A partir dessa análise, é possível apresentar um orçamento. Os valores são muito variáveis, mas, para você ter uma ideia melhor, podemos dizer que são a partir de 200 €.

Ao solicitar um orçamento, verifique também se a empresa faz a análise gratuita e se há custos de envio do disco. A Bot, por exemplo, oferece o envio gratuito de qualquer morada de Portugal.

Para saber quanto custaria a recuperação de dados do seu disco, preencha agora o formulário de orçamento com a Bot.

óPara fazer a recuperação de dados em discos, muitas vezes é necessário realizar reparos mecânicos e eletrônicos, em peças sensíveis e até microscópicas.

Equipamentos usados para recuperar dados de disco

Para fazer a recuperação de dados em disco, muitas vezes é necessário realizar reparos mecânicos e eletrónicos, em peças sensíveis e até microscópicas — uma operação quase cirúrgica. Por isso, um serviço profissional exige equipamentos específicos.

Para você ter uma ideia do que é necessário, listamos aqui alguns equipamentos que utilizamos na Bot, imprescindíveis num laboratório de recuperação de dados em disco:

  • Microscópio para reparos eletrónicos;
  • Equipamentos de edição de firmware, que permitem fazer as alterações necessárias nos dispositivos para permitir a recuperação dos dados;
  • Equipamentos de clonagem profissional, para garantir o melhor método de leitura e proporcionar a retirada do máximo de dados do dispositivo.

Além disso, é importante ter um ambiente limpo e controlado para executar o serviço sem qualquer risco de que impurezas entrem nos Discos.

A Bot trabalha com os maiores fabricantes de equipamentos profissionais para recuperação de dados. Todo o trabalho é realizado na Sala Limpa. Um ambiente limpo ,seguro e certificado pela norma US Federal Standards 209.

Recuperação de dados de discos em apenas 4 etapas:

1

Recolha gratuita por frete expresso ou entrega na receção

2

Orçamento gratuito (48h), prioridade (24h) ou urgência (12h)

3

Recuperação dos dados normal ou em urgência

4

Entrega gratuita dos dados recuperados

Simples

Por que escolher-nos?

Recuperação de dados

Prazos dinâmicos

Orçamentos em três modalidades: normal (48h), prioridade (24h) ou urgência (12h). Recuperação com equipa de urgência 24/7/365.
Recuperação de dados envio gratuito

recolha gratuita

Recolha gratuita do seu dispositivo por frete expresso, para análise, em qualquer morada de Portugal! Solicite agora!
Orçamento Recuperação de dados

orçamento gratuito

Orçamento e análise gratuitos mesmo em casos de dispositivos abertos ou avaliados por outras empresas.
recuperação de dados portugal

empresa nacional

Serviços realizados em Portugal e em laboratórios próprios. Não enviamos dispositivos para parceiros ou para o estrangeiro.
recuperação de dados segura

privacidade e segurança

Adequação à RGPD e serviços que seguem os parâmetros de qualidade, privacidade e segurança estabelecidos em todo o mundo.
recuperação de dados 5 estrelas

excelente reputação

99% dos clientes satisfeitos com o resultado. 4.9 em 5 é a média das avaliações recebidas de clientes Bot nas redes sociais.
11

Recuperando dados em casos complexos há mais de 11 anos

Casos resolvidos

%

Clientes satisfeitos com o resultado

%

Sucesso nos casos recebidos

Clientes Bot recuperação de dados

Sala Limpa Bot

A Bot trabalha com o conceito máximo de sala limpa (clean room). Aqui, o seu dispositivo é examinado em um ambiente fechado, com controle rigoroso de partículas certificado pela norma US Federal Standards 209.
Sala Limpa Bot recuperação de Dados

Recupere dados connosco!

A Bot pode ajudar a recuperar os dados de qualquer um dos seus dispositivos. Desde as maiores empresas ou até mesmo um utilizador caseiro que possa ter perdido os seus dados. Confie nos nossos especialistas.

Confie