A Bot oferece, além do ORÇAMENTO GRATUITO, a RECOLHA GRATUITA do dispositivo por frete expresso em qualquer morada de Portugal! Solicite AQUI

Você já se deparou com a mensagem “o ficheiro ou diretório está corrompido e ilegível”? Esse alerta do Windows avisa que há um erro em ficheiros, diretórios ou unidades que você está a tentar aceder. E, por isso, significa um problema para resolver…

Quando essa mensagem aparece no computador, significa que há dados corrompidos na unidade de armazenamento. Portanto, você não vai conseguir acessá-los até corrigir o erro.

Em alguns casos, os ficheiros se perdem para sempre, principalmente se você não adotar os procedimentos corretos, mas a boa notícia é que, na maioria das vezes, é possível recuperar os dados. Afinal, eles ainda estão lá — você só precisa ter o acesso a eles novamente.

Quer entender melhor como fazer isso? A seguir, vamos explicar como funciona o erro “o ficheiro ou diretório está corrompido e ilegível” e como corrigi-lo. Acompanhe!

Arquivo corrompido

O ficheiro ou diretório está corrompido e ilegível: quais os sintomas?

Quando o ficheiro ou diretório que você está tentando aceder está corrompido e ilegível, significa que você não consegue acessar os dados lá armazenados.

Em geral, o sintoma principal é o alerta do Windows que avisa “o ficheiro ou diretório está corrompido e ilegível”. Mas você já pode perceber sintomas de problema no disco, cartão de memória ou pen-USB quando tenta acessá-los e o computador fica lento, trava ou apresenta a tela azul. Quando há algum problema físico no disco, talvez você também perceba alguns ruídos.

Nesses casos, é importante verificar e corrigir o erro o quanto antes. Mas, antes de procurar soluções, pare de usar a unidade de armazenamento — isso evita maiores danos, o que pode tornar a recuperação inviável.

O ficheiro ou diretório está corrompido e ilegível: quais as causas?

Agora, vamos entender melhor porque os ficheiros e diretórios de uma unidade de armazenamento podem ser corrompidos e ficar inacessíveis. Confira agora as principais causas:

1. Erro no índice de ficheiros

MFT (Master File Table ou tabela de ficheiros mestre) e FAT (File Allocation Table ou tabela de alocação de ficheiros) são estruturas que o Windows pode usar para armazenar informações de todos os ficheiros e diretórios de uma unidade de armazenamento.

Eles funcionam como um índice de ficheiros e diretórios, que regista metadados como nome, localização, tamanho, data de criação e permissões de acesso. O sistema de ficheiros lê esses registos e disponibiliza o acesso ao utilizador.

Portanto, quando o MFT ou o FAT estão corrompidos, o sistema operativo e o utilizador não conseguem acessar os dados. Mas é importante saber que o índice não depende dos ficheiros, pois são armazenados em locais diferentes. Então, um problema no índice não significa um problema com os ficheiros. Ao recuperar o índice, você pode acessar novamente os ficheiros.

2. Infeção por vírus

Ataques de vírus e malwares podem corromper os ficheiros ou o índice de uma unidade e torná-los ilegíveis. Essas infecções criptografam os dados e impedem o acesso do sistema de ficheiros. Em alguns casos, os invasores solicitam uma recompensa para devolver o acesso ao utilizador.

3. Problemas físicos

Problemas físicos também podem corromper ficheiros do disco, cartão de memória ou pen-USB. Se o dispositivo sofrer uma queda ou impacto, por exemplo, as peças internas podem quebrar. Se sofrer um super aquecimento ou contacto com água, os componentes eletrónicos podem queimar.

Nesses casos, a unidade completa ou algum sector do disco podem se corromper. No caso dos discos, sectores defeituosos (bad blocks) podem aparecer e tornar dados inacessíveis.

4. Remoção indevida do PC

Essa é uma das causas mais comuns para a corrupção de diretórios e ficheiros. Unidades removíveis, como pen-USB, discos externos e cartões de memória, devem ser retiradas por meio da ferramenta de remoção segura do Windows. Se você retirar a unidade durante alguma operação de transferência, a diretório ou os ficheiros podem se corromper.

Como corrigir o erro “o ficheiro ou diretório está corrompido ou ilegível”?

Então, o que fazer quando um diretório está corrompido e ilegível? Não precisa se desesperar: existem procedimentos para corrigir o erro e salvar os seus ficheiros.

Mas é importante ressaltar que qualquer procedimento deve ser feito com o maior cuidado, preferencialmente por quem já tem experiência e conhecimento no assunto. Qualquer equívoco pode inviabilizar a recuperação da unidade e dos dados armazenados.

Além disso, as sugestões que trazemos aqui resolvem problemas de erros no índice de ficheiros, infeções e remoção indevida. Porém, problemas físicos geralmente pedem uma intervenção também física, que só deve ser feita por especialistas, em ambientes controlados.

Por isso, procure contar com uma empresa especializada como a Bot para recuperar dados e dispositivos com segurança.

Veja agora quais são os procedimentos que indicamos:

Verificar a conexão do hardware

Se você está usando uma unidade removível (pen-USB, discos externos e cartões de memória), é possível que o erro seja um problema de hardware. Então, você pode tentar:

  • Conectar a unidade em outro computador;
  • Conectar a unidade a outra entrada USB;
  • Substituir o cabo USB.

Se essas medidas resolverem o erro, não há problema com a unidade de armazenamento, e sim com o computador, a porta ou o cabo USB.

Verificar e reparar os erros da unidade

A primeira tentativa para reparar problemas com a unidade de armazenamento é usar a Verificação de Erros do Windows. Essa ferramenta faz uma varredura na unidade em busca de falhas para corrigi-las. Para isso:

  1. Abra o Explorador de Ficheiros do Windows e clique em Este Computador;
  2. Em Dispositivos e Unidades, identifique a unidade com problemas;
  3. Clique com o botão direito e abra as Propriedades;
  4. Clique na aba Ferramentas > Verificação de Erros;
  5. Clique em Verificar > Verificar e reparar a unidade.

Executar o ChkDsk para examinar e corrigir a unidade

Outra opção é corrigir o erro com o comando ChkDsk, uma ferramenta do Windows que faz um diagnóstico e corrige problemas em sectores defeituosos. É como a Verificação de Erros, mas capaz de realizar correções mais profundas. Para usá-lo:

  1. Abra o Prompt de Comando do Windows (digite “cmd” na barra de busca do Windows ou aperte as teclas “Win + R” e digite “cmd”);
  2. Na tela preta, digite “chkdsk /r /f LetraDaUnidadeDeDisco:” e tecle Enter. Use sem as aspas e substitua pela letra da unidade que você usa (por exemplo: chkdsk /r /f d:).

O parâmetro /r localiza os sectores defeituosos, enquanto o /f faz as correções. Assim, esse comando verifica e corrige o sistema de ficheiros da unidade.

Executar a verificação de malware e vírus

Infeções por malware e vírus são uma das principais causas de perda de dados. Então, vale a pena fazer uma verificação completa com o seu antivírus para identificar diretórios e ficheiros afetados. Se o programa encontrar problemas, muitas vezes ele próprio pode corrigi-los e recuperar os dados.

Recuperar os dados do erro “o ficheiro ou diretório está corrompido e ilegível”

Se você não conseguir resolver o erro de ficheiro corrompido e ilegível com os procedimentos acima, pode ser necessário usar outras ferramentas. Você pode usar programas de recuperação de dados e formatar a unidade para poder usá-la novamente.

Programas como Recoverit e EaseUS são confiáveis e indicados para isso. Eles buscam os sectores defeituosos e recuperam o acesso aos índices de ficheiros para que o utilizador possa salvá-los — em outro dispositivo ou na nuvem, por exemplo. Em alguns casos, o próprio programa recupera a unidade, mas muitas vezes é necessário fazer a formatação.

Formatar unidade de armazenamento

Formatar a unidade de armazenamento é uma opção eficaz para recuperar o seu dispositivo — muitas vezes, é a primeira sugestão do Windows. Para isso, basta clicar com o botão direito no diretório da unidade e, depois, em Formatar.

Porém, saiba que a intenção da formatação é limpar toda a unidade, com seus ficheiros e erros, para torná-la útil novamente. Então, você perder todos os dados guardados.

O ideal é, antes de fazer isso, salvar todos os ficheiros em outro lugar. Então, procure rodar um programa, como sugerimos acima, ou procurar ajuda especializada (a Bot realiza esse serviço) para garantir a integridade dos dados armazenados na unidade com erro.

Dúvidas Frequentes

Trouxemos aqui algumas dúvidas frequentes sobre recuperação de ficheiros e diretórios que estão corrompidos e ilegíveis. Confira:

É possível corrigir o ficheiro ou diretório corrompido e ilegível sem perder dados?

Sim, é possível. Quando esse erro acontece, não significa que os dados estejam perdidos, mas que o sistema não consegue acessar o índice de ficheiros. Então, existem procedimentos para recuperar esse acesso e reparar a unidade de armazenamento.

Como faço para reparar uma diretório corrompida no PC?

Você pode reparar diretórios corrompidas e ilegíveis no computador por meio de diferentes ferramentas. Algumas alternativas são a Verificação de Erros do Windows, o comando ChkDsk, um programa antivírus e softwares de recuperação de dados. O ideal, porém, é consultar uma empresa especializada para realizar esse serviço.

O ChkDsk exclui ficheiros?

O ChkDsk não exclui ficheiros. Esse comando localiza e corrige sectores defeituosos e problemas na unidade de armazenamento. Quando o procedimento é bem-sucedido, os diretórios e ficheiros que estavam armazenados podem voltar a ser acessados normalmente.

Conclusão

Agora, quando você receber o alerta do Windows “o ficheiro ou diretório está corrompido e ilegível”, entenda que é possível reverter a situação. Você pode adotar uma série de procedimentos para tentar recuperar os seus ficheiros e dispositivos.

Mas, para garantir maior segurança nesse processo e aumentar as chances de sucesso, é importante contar com um serviço profissional.

A Bot tem experiência no assunto, profissionais especializados, equipamentos adequados e ambientes controlados para trabalhar nos seus dispositivos. Entre em contacto connosco e faça um orçamento gratuito!